RODOLFO ABRANTES

Rodolfo Abrantes e Apocalipse 16 - Santo Sangre (Ao Vivo)

Rodolfo Gonçalves Leite de Abrantes (Sobradinho, Distrito Federal, 20 de setembro de 1972) é um cantor de música gospel e guitarrista brasileiro. Ele foi vocalista das bandas Rodox e Raimundos e hoje possui um trabalho solo.
Origens
Rodolfo nasceu em Brasília, berço do rock brasileiro. Filho de pais médicos, foi criado com o conforto de classe média-alta. Entrou na adolescência apaixonado pelo rock e foi influenciado por uma geração que sucedeu alguns dos maiores nomes do rock brasileiro, como Os Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, Plebe Rude, entre outros.
Fase Raimundos
Em 1987, Rodolfo formou o Raimundos, ao lado de Digão, para fazer cover da banda Ramones e tocar em bares da cidade. Após a gravação de uma fita demo que fez sucesso, a banda passou a ser reconhecida pela mídia e por outras bandas, que começaram a convidá-los a tocar no Rio de Janeiro. Chegaram a abrir apresentações de Camisa de Vênus e Ratos de Porão no Circo Voador, além de uma temporada para o Titãs. Passaram 2 anos parados, até o retorno, quando veio realmente o sucesso. De um adolescente padrão, ele se transformou em uma estrela do rock.
Rodolfo Abrantes foi, nessa época, a antítese daquilo que pais e mães não querem para seus filhos, e ao mesmo tempo, aquilo que muitos filhos queriam ser, para desagrado dos seus pais. Desbocado, compunha e cantava músicas com conteúdo indecente e repleto de palavrões e imoralidades.
Depois de oito anos de carreira com o Raimundos, de seis discos que juntos venderam mais de 2,5 milhões de cópias, e de ter estado drogado a maior parte do tempo, segundo as suas palavras – “...precisava fumar maconha para sentir fome e de viver como um autômato...”, Rodolfo Abrantes foi alcançado dentro de casa pelo evangelho. Sua esposa, Alexandra Horn, começou a fazer cultos no apartamento em São Paulo e a convidar mulheres cristãs para ali orarem. Num desses cultos, completamente drogado, Rodolfo diz ter sido curado de um câncer e se converteu. A partir daí sua vida mudou. O ápice da mudança foi abandonar a banda que era um dos maiores sucessos para espanto da mídia e dos colegas que não entenderam nada.
Sua banda foi uma das mais bem-sucedidas da década de 90. Rodolfo conquistou o país todo. Sucesso após sucesso, aderiu à Igreja Evangélica, porém Rodolfo não se compara a outros artistas convertidos já que ele, ao contrário de outros, deixou a banda no auge da fama.
Fase Rodox
Após sua saída dos Raimundos, Rodolfo começou um novo projeto musical. Iria pôr a palavra de Deus em músicas de rock, estilo o qual seguiria por anos. Nesse meio tempo, entre Raimundos e o novo projeto, Rodolfo estava compondo, tocando e gravando junto a Dj Bob. Após a formação das músicas, chamou Tom Capone para produzir e tocar. Para a bateria foi chamado Fernando Schaefer, (ex-Pavilhão 9 e Korzus). Daí, em 5 dias nasceu o Rodox. Gravou dois CDs, lançados em 2001 e 2003. Após a morte do produtor Tom Capone e de desintendimentos gerados no ano de 2004, a banda teve seu fim anunciado ao fim de um show em Salvador.
Carreira solo
Mais maduro nos seus novos ideais, Rodolfo deixou de lado o sucesso para se dedicar ainda mais à sua religião. Em 2006 lançou seu primeiro trabalho solo e assumidamente gospel, Santidade ao Senhor, com letras ainda mais explícitas quanto a sua nova fase, a exemplo da música "Contigo à Mesa", última faixa do CD, onde o vocalista faz uma oração espontânea na introdução. Em 2007, o segundo CD da carreira solo, Enquanto É Dia, foi lançado. Ainda nesse ano, antes de uma apresentação na Igreja Bola de Neve, Rodolfo afirmou que não estava lá para um show pois não se considerava um artista, mas a serviço de Deus.

Assista o clip Contigo à mesa
video




Clique no link abaixo para baixar o testemunho de Rodolfo:
DOWNLOAD
Download de algumas musicas da epoca do Rodox

2 comentários:

  1. Rodolfo, todos somos abertos para mudar, não te critico, se você acha que Deus fez este milagre, me reponda -tudo o que acontece é por causa de Deus?? e todas as coisas ruins?? não seria culpa de Deus??
    pq dizemos que coisas boas são coisas que Deus quis e as ruins são pq o homem quis? Eu curto raimundos desde sempre, nunca usei drogas, e não acho que seja obrigatório usar drogas para curtir ou ser feliz, se vc fazia isso, é pq vc era fraco e imaturo, mas agora mais maduro pq não retorna pro raimundos e no final de cada show faz uma oração, assim vc vai fazer a palavra de Deus atingir um público que jamais iria a sua igreja, mas que vendo seu show e ouvindo uma palavra depois, pode entender que rock não significa drogas e loucura.
    eu axo que vc ficou fanático demais e fazendo isso vc não percebe que se continuassse fazendo show vc poderia atingir com a palavra de deus muito mais pessoas do que imagina. vc quer levar a palavra de Deus?? então levee!!! volta pro raimundos e leve e palavra pro Brasil intero... Não fique preso em uma igreja falando para 50 pessoas... pq estar em uma igreja não é sinônimo de viver da maneira correta.

    Vou comentar como Anônimo pq não tenho pagina nem nd na net.. mas meu msn é paulo_bigorna@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. uma oração no inicio do show então, tenho certeza que seria válido

    ResponderExcluir